CLAUDIA XIMENEZ

Minha foto
Possui Graduação em Pedagogia pela UNESP(1991),Especialização em Psicopedagogia pela USP (1993), Mestrado em Psicologia da Educação pela USP (2001)e Doutorado pela UNESP (2013). Sou Profa Adjunto no Departamento de Educação da Universidade Estadual de Londrina (UEL), junto à área de Psicologia Educacional, desde 2001. Em meu percurso profissional, atuei como Psicopedagoga Clínica e Institucional em instituições públicas paulistas (São José dos Campos, Bebedouro e Ribeirão Preto) durante 7 anos; Fui Docente na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e na Universidade Estadual Paulista (UNESP) em 2001; Docente e Orientadora de Monografias em Cursos de Especialização na área de Psicopedagogia ; Coordenei um Programa de Extensão, "Ludoteca", onde desenvolvi estudos e orientei monografias, TCCs e bolsistas na tematica "Brincar na Infância em contextos educativos não-formais". Tenho experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Brincar na Infancia; Ludicidade e Formação de Professores; Memória Lúdica de Professores e implicações na pratica e concepções docente; Cinema e Infância; http://lattes.cnpq.br/1868082043428099

Postagens Recentes

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Filme Rapsódia em Agosto, de Akira Kurosawa

Olá,
estou postando um pequeno trecho do filme Rapsódia em Agosto, de Akira Kurosawa, encontrado no youtube, para quem assistiu revê-lo e quem ainda não o conhece, se sentir instigado a conhecer mais uma produção de Kurosawa.

Sinceramente, há muitos anos havia assistido este filme: em outro tempo, com outras referências e repertório em minha vida.

Ao revê-lo agora, em função da proposta da disciplina de Cinema que estou cursando na Unesp, percebi o quanto ele é intenso e marcante.

Sua estética apurada, bem ao estilo kurosawano, nos entorpece. São muitos os detalhes que nos tocam.

A começar pelos personagens que, em suas relações de conflito e troca, se apresentam (em si e por si) com poucas palavras e com uma gestualidade ímpar, que dificilmente poderia ser adjetivada de outros modos.

Bem, minhas impressões sobre o filme precisam de mais tempo para serem aprimoradas e organizadas.

Enquanto não as posto aqui, espero que você, visitante deste blog, se sinta provocado a assití-lo ao ver algumas cenas do filme e imagens do making off onde encontramos Kurosawa dirigindo-o.

Bom Filme!!!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Curtas-metragens cinematograficas em Portal

Olá, mais uma indicação sobre Cinema:

Recomendo um site que conheci, recentemente, muito completo de curtas-metragens.
Na verdade, trata-se de um Projeto da Petrobrás que mantem um acervo imenso e de excelente qualidade para quem aprecia e valoriza a linguagem cinematográfica.

Vale a sua conferida!

Endereço: http://www.portacurtas.com.br/index.asp

Uma vez cadastrados, recebemos semanalmente a atualização do acervo e chamadas muito interessantes.

Eu, particularmente, estou adorando. Já assisti curtas belíssimos.

Há um espaço para projetos voltados para professores e trabalhos educativos.

Muito completo e bem estruturado, mesmo!

Cordiais saudações,

Claudia

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Um Projeto sobre Cinema em Londrina, PR.

Um blog muito interessante
organizado por um grupo
que promove um Projeto de Cine-Clube em Londrina, PR.

Uma iniciativa que vale a pena conferir!

Festival de Cinema de Maringá

http://www.festcinemaringa.com.br/2011/noticias.php?uid=3

Cinema & Educação


O Festival de Cinema de Maringá abordará o tema Cinema & Educação em sua oitava edição e se propõe a ampliar oportunidades de discussões sobre a presença da cultura na educação e da educação na cultura, promovendo o circuito entre o cinema e a escola, por vias e linguagens diversas ...

Vale a pena conferir a programação do Evento!

Portal Tela Brasil

Sobre cinema... indico a visita ao portal Tela Brasil. 

Trata-se de um Projeto Educativo e de imensa inserção social, criado em 1996 por dois cineastas brasileiros, Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi. O Projeto teve seu início quando ambos passaram a exibir alguns curtas-metragens brasileiros em espaços públicos e escolas publicas de São Paulo, com interesses e objetivos que o ampliariam transformando-o alguns anos mais tarde no Projeto Cine Mambembe, que se extendeu para muitos outros estados do Brasil. 

Então reconhecido por agências de fomento de cunho culturais e sociais, o pioneiro Projeto que exibe filmes em espaços itinerantes ganha o nome de Cine Tela Brasil e aloca suas práticas em estrutura mais adequada, incluindo entre suas exibições e projeções de filmes a presença de cineastas-educadores, como diferencial vinculado à um outro Projeto conhecido como Oficinas Itinerantes de Video Tela Brasil .

Para quem se interessa por cinema, não perca esta sessão! 

Como você classifica o teor deste Blog?

Seguidores

Follow by Email

Total de visualizações de página